(Foto: Norberto Duarte/AFP)

O presidente do Paraguai, Mário Abdo Benitez, visitou a cidade de Pedro Juan Caballero, na fronteira com o estado brasileiro de Mato Grosso do Sul, nesta quarta-feira (13), para inaugurar uma ala com Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Regional. Em entrevista à imprensa, ele descartou reabrir as fronteiras entre os países vizinhos.

A fronteira entre cidade paraguaia e o município vizinho Ponta Porã (MS), que está fechada pelo Exército paraguaio desde o mês março.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

“O comércio está afetado e vai seguir afetado. É algo que nos preocupa muito, mas nós decidimos defender a vida dos paraguaios e compatriotas e sabemos que o Brasil, não é culpa nossa, é uma realidade, é uma grande ameça a propagação do coronavírus. Queremos abrir antes do possível, mas não vamos fazer, até que possa haver uma garantia ao nosso povo de que não vai haver uma propagação” comentou Benitez.

O presidente também anunciou um plano de assistência ao comércio fronteiriço, especialmente com programas sociais, diante dos reflexos da pandemia e do fechamentos das fronteiras. No entanto, ele reiterou que a prioridade continua sendo com as vidas dos cidadãos paraguaios.

De acordo com boletim do Ministério da Saúde do Paraguai divulgado na terça-feira (12), o país tem 737 casos confirmados de Covid-19 e 10 mortes. 173 pacientes estão recuperados e outros 10 permanecem hospitalizados.

Portal Guaíra com informações da Catve