ad

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva informou aos seus advogados, nesta segunda-feira, 30, que não irá aceitar a progressão de seu regime do fechado para o semiaberto, conforme petição assinada pelos procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato na sexta feira 27.

Após visita ao petista, o advogado Cristiano Zanin Martins disse que ainda não recebeu nenhuma intimação da Justiça pedindo que seja apresentada uma manifestação sobre o requerimento feito pelos procuradores, mas ressaltou que seguirá a orientação dada por Lula.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Portal Guaíra com informações da Veja