Foto: Divulgação Polícia Ambiental
ad

[dropcap color=”#dd3333″]A[/dropcap] Polícia Ambiental de Umuarama recebeu informações de que um bebê de sete meses havia sido internado no Hospital São Paulo com asfixia por fumaça proveniente da queima de resíduos. O fato aconteceu na manhã de domingo (17) no bairro São Cristóvão.

Após a confirmação com o Samu e a coleta de informações com a mãe da criança, os policiais se deslocaram até uma residência, ao lado da casa da vítima.

No imóvel foram encontrados vestígios da queima de plástico e outros materiais que provavelmente causaram a emissão da fumaça tóxica.

De acordo com a Polícia Ambiental, o responsável pela queima dos resíduos, um homem de 36 anos, foi identificado e já é reincidente em infração da mesma natureza. Ele deverá responder pelo crime de causar poluição, previsto na Lei de Federal de Crimes Ambientais, além de receber autuação administrativa lavrada pelo IAP.

Portal Guaíra com informações do OBemdito


CLINICA SALUTAR