Entre as tantas provas levantadas para o desencadeamento da Operação Metástase em Umuarama está a liberação de vacinas contra a Covid-19 pelos dois servidores municipais presos a parentes e amigos, fora do grupo prioritário, e que nem moram na cidade.

Pelo menos três pessoas receberam a primeira dose, mas ainda não foram imunizadas com a segunda dose. Outros sete casos de ‘fura-filas’ estão sendo investigados.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A informação é do promotor Diogo Araújo de Lima, do Gepatrias (Grupos Especializados na Proteção do Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa).

A Operação Metástase tem como objetivo principal a apuração do suposto desvio de R$ 19 milhões do Fundo Municipal de Saúde. Sete pessoas foram presas nesta quarta-feira (5), sendo cinco empresários, dois servidores municipais e um secretário parlamentar em Brasília, que acabou sendo exonerado.

Promotora do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), Juliana da Costa disse que não há provas do envolvimento da secretária de Saúde do município no esquema, Cecília Cividini, no ‘fura-filas’.

Da mesma forma, não há como comprovar que o prefeito Celso Pozzobom tivesse conhecimento da ilegalidade.

O que existem são gravações telefônicas e documentos que levam à participação dos dois servidores. Eles mesmo já teriam recebido a primeira dose da vacina.

Auxiliados por um forte aparato policial, com vários homens e pelo menos oito viaturas durante toda a operação, os promotores estiveram na sede da 12a Regional de Saúde e levaram arquivos e documentos que podem à total segurança de que houve o desvio de vacinas. Ao contrário do divulgado na cidade em grupos de internet, ninguém foi detido na Regional.

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde informou que está contribuindo com as investigações e que a responsabilidade pela aplicação das vacinas é dos municípios para os quais as doses são repassadas, dentro do Plano Nacional de Imunização.

Portal Guaíra com informações do OBemdito