(Foto: Danilo Martins/OBemdito)

Equipes do Samu e das polícias militar e civil estão em uma residência na avenida São Paulo, Zona II, imediações da Praça do Japão, onde foram encontradas três pessoas mortas. A situação está em andamento na manhã desta segunda-feira (9).

Ainda há poucas informações oficiais, mas, a princípio, seriam três vítimas da mesma família. Elas teriam sido mortas por arma branca (faca).

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A empregada doméstica teria chegado para trabalhar nesta manhã e encontrou as vítimas.

O Samu foi acionado para socorrer possíveis vítimas, mas por volta das 10h os socorristas saíram sem nenhuma pessoa em atendimento.

Três viaturas da Polícia Militar fazem a segurança do local e interditaram parcialmente a avenida.

O Instituto Médico Legal de Umuarama está no local.

ATUALIZAÇÃO (12:00)

OBemdito acompanha a situação, mas ainda há poucas informações oficiais. A princípio a empregada doméstica chegou para trabalhar na manhã desta segunda-feira e encontrou os mortos. Ela teria tocado no braço de uma das vítimas, que aparentava estar em óbito.

A funcionária então foi até a casa da vizinha do lado direito, tocou o interfone e pediu ajuda. A vizinha orientou para que ela não mexesse em nada. A empregada também foi até a vizinha da casa da direita, onde foi acionado o Samu. Os socorristas chegaram, mas as vítimas já estavam mortas. A funcionária foi encaminhada para atendimento médico em estado de choque.

Informações preliminares indicam que as vítimas são um casal de aproximadamente 60 anos e a filha deles, de 32 anos. Os nomes destas vítimas não foram informados oficialmente. A filha estaria em um cômodo no piso superior da casa e os pais no piso inferior do imóvel.

Equipes da Polícia Militar (PM) e Polícia Civil (PC) estão no local, bem como Instituto Médico-legal (INL) e Instituto de Criminalística. Os peritos estão analisando toda a casa e investigadores da PC conversam com moradores próximos para coletar informações que possam ajudar a desvendar o caso.
A princípio não há sinais de arrombamento, no entanto, a cerca elétrica está estragada. Vizinhos comentaram que os moradores eram bastante discretos.

O carro da família está na garagem e os policiais analisam se há alguma pista no veículo. Uma marca de chinelo com sangue foi encontrada no local e a perícia está analisando se pode indicar alguma informação a respeito da autoria do crime.

As informações são do OBemdito