Foto: Suez Val

ad

[dropcap color=”#dd3333″]D[/dropcap]ados técnicos da perícia não encontraram vestígios de sêmen no corpo da menina Tabata Fabiana Crespilho Rosa, 6, brutalmente assassinada na segunda quinzena de setembro, o que não necessariamente desmente a tese inicial da polícia de que ela fora estuprada.

Segundo a Polícia Civil, existem sim indícios de abuso sexual. Após ser violada, a criança foi asfixiada e posteriormente enterrada pelo autor confesso da barbárie, Eduardo Leonildo da Silva, 30, em uma cova rasa na saída para Xambrê.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Uma equipe da Polícia Civil de Umuarama esteve em Curitiba recentemente para coletar um novo depoimento do acusado, recluso na Casa de Custódia.

O depoimento foi solicitado pelo promotor do caso. Alegando a impossibilidade de contar com a presença do advogado na ocasião, Leonildo não prestou informações relevantes, mesmo informalmente.

Portal Guaíra com informações do OBemdito