Jeison Alessandro da Silva e Maicon Willian da Silva Negri foram recapturados na segunda-feira (1) (fotos: Umuarama24Horas)

Um princípio de incêndio na cadeia pública de Umuarama mobilizou uma equipe do Corpo de Bombeiros por volta das 12h de terça-feira (2). Os dois detentos da Penitenciária de Cruzeiro do Oeste (Peco) recapturados pela polícia teriam ateado fogo em colchões. Imediatamente eles foram mandados de volta ao presídio.

Ao serem recapturados, um dos bandidos teria dito que a fuga foi favorecida por um agente penitenciário. As informações estão sendo apuradas. O presídio é (ou era) considerado de segurança máxima. O fato é que 11 detentos escaparam da Peco na madrugada de domingo mas a fuga só teria sido descoberta horas depois, pela manhã.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Jeison Alessandro da Silva e Maicon Willian da Silva Negri foram recapturados na segunda-feira (1) por policiais do serviço reservado do 25º Batalhão da Polícia Militar de Umuarama.

Eles tinham acabado de roubar um homem em uma estrada rural, próximo ao estande de tiros Lambari. A vítima chamou a polícia, que foi ao local. Os fugitivos foram localizados às margens da PR 323.

Jeison, vulgo Deisinho, é natural de Terra Roxa, mas morava em Guaíra. Foi condenado por assassinato e é um preso já reincidente. Maicon Willian é natural de Sarandi, mas morava em Maringá e foi condenado por tráfico de drogas.

Jeison Alessandro da Silva e Maicon Willian da Silva Negri foram recapturados na segunda-feira (1) (fotos: Umuarama24Horas)
Jeison Alessandro da Silva e Maicon Willian da Silva Negri foram recapturados na segunda-feira (1) (fotos: Umuarama24Horas)

Portal Guaíra com informações do OBemdito