Uma mulher de 52 anos ficou ferida, na quinta-feira (27), após ser esfaqueada por um jovem, na rua 13 de agosto, no 28 de Outubro, em Umuarama. O autor, de 18 anos, foi preso e a vítima, identificada foi encaminhada para o hospital Cemil em estado grave.

A confusão começou quando a mulher foi até a casa do autor para confrontar a mãe dele. As informações são de que ela manteve um relacionamento com o marido da outra envolvida. O affair terminou porque o homem se tornou evangélico e voltou para a família, segundo a versão dos moradores.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Inconformada com o rompimento, ela foi até a casa supostamente teria ameaçado a moradora. Para defender a mãe, um jovem acabou esfaqueando Vilma diversas vezes. A mulher ficou caída na rua e perdeu sangue.

O Samu foi acionado e socorreu a vítima. Ela teve múltiplas perfurações, sobretudo na região do tórax, e o caso é considerado grave.

“Ela me deu capacetada, eu defendi minha mãe. Tem mais de 200 mensagens dela falando com minha mãe, dizendo que vai arrancar os dentes, que vai quebrar a costela. Ela estava há três dias ameaçando minha mãe. Aí chegou e começou a ameaçar minha mãe”, explicou a OBemdito o autor.

A mãe dele, de 52 anos, também estava na delegacia e chorava muito. Ela disse que desde que mulher esfaqueada descobriu a conversão do homem vem sofrendo ameaças. “Ela me agarrou para me matar”, disse.

O jovem foi preso por equipes do 25º Batalhão de Polícia Militar (25º BPM), que apreendeu uma faca que supostamente teria sido usada pela mulher esfaqueada e um facão que pertencia ao autor. Ele foi encaminhado para a sede da 7ª Subdivisão Policial (7ª SDP). O caso será investigado pela Polícia Civil (PC).

Não foi possível ouvir a versão da mulher, que estava em atendimento médico.

Portal Guaíra com informações do OBemdito