Foto: Alex Miranda
ad

[dropcap color=”#dd3333″]C[/dropcap]inco pessoas envolvidas em uma tentativa de homicídio em Umuarama na madrugada de quinta-feira (30) foram conduzidas à delegacia. Dois são adolescentes e serão submetidos a internamento. Os maiores de idade permanecem presos em flagrante.

De acordo com o delegado Osnilso Carneiro Lemes, que apura o atentado, a Polícia Civil investiga o envolvimento da vítima e dos acusados com o tráfico de drogas.

O caso foi registrado pela Polícia Militar por volta das 3h depois que um chamado de emergência foi feito por um morador no Jardim Iguaçu. O homem havia sido violentamente espancado por cinco jovens, que anteriormente tentaram executá-lo a tiros. Porém, o revólver que um deles portava falhou.

O homem agredido conseguiu escapar e se esconder em uma casa na rua Apolo, onde foi encontrado pela PM. Ele apresentava diversos hematomas pelo corpo e disse ter sido agredido com socos, chutes, coronhadas e pauladas.

Os policiais descobriram que os agressores residem no conjunto Córrego Longe e seguiram até lá. No bairro foi localizado o veículo que teria usado pelo grupo, um Chevette. O carro estava com manchas de sangue nas portas e na parte interior. Todos suspeitos foram encontrados e conduzidos à delegacia.

O delegado Osnildo, que é chefe da 7ª Subdivisão Policial (SDP), explica que o grupo foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio. “Os três maiores de idade permanecem recolhidos na cadeia pública de Umuarama à disposição da Justiça. Já os adolescentes serão submetidos a um internamento por 45 dias e depois a Justiça é que decidirá se os mantêm recolhidos por mais tempo”, informa.

Antecedentes
Nos levantamentos feitos pelos investigadores da 7ª SDP, foi verificado que os três homens presos possuem antecedentes criminais por tráfico e furto. Os adolescentes já tiveram passagens pela polícia por tráfico de drogas e a vítima já foi presa por furto.

Os nomes dos envolvidos não foram divulgados.

Portal Guaíra com informações do OBemdito