Na guerra à pandemia do coronavírus, o epicentro de uma tragédia anunciada. Diretamente de Manaus, Roberto Cabrini revela a dramática luta pela vida no hospital público mais precário da capital amazonense. “28 de Agosto” é o nome da unidade que virou exemplo real da sobrecarga no sistema de saúde causada pela pandemia.

O Conexão Repórter de segunda-feira (27), mostra que, na cidade brasileira proporcionalmente mais atingida pela Covid-19, a situação é de caos.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O jornalístico investiga a situação de profissionais de saúde, que estão sem receber há quatro meses, convivendo com falta de tudo: de remédios a equipamentos de proteção.

Cabrini mostra que eles são obrigados a enfileirar pacientes, todos muito próximos, em uma situação de desespero agravada pelos óbitos e enterros em massa, em valas coletivas.

O programa também investiga a suspeita de superfaturamento, no que muitos chamam de “A farra da epidemia”.

O jornalista percorre as ruas de uma Manaus sitiada pelo vírus, retratando em detalhes as causas e efeitos do problema, sob diferentes e surpreendentes ângulos.

O programa também mostra histórias impressionantes de recuperação em uma reportagem histórica, que revela como e por que a capital brasileira encrustada na Amazônia chegou a essa situação de tamanho sofrimento.

Portal Guaíra com informações do SBT