O acidente entre um ônibus e um caminhão deixou 41 mortos na manhã desta quarta-feira (25) em Taguaí, na região de Avaré (SP), segundo a Polícia Militar de São Paulo. Inicialmente o Corpo de Bombeiros havia divulgado números diferentes de vítimas fatais, entre 22 e 25. Mais tarde, a Polícia Militar e o próprio Corpo de Bombeiros confirmaram ao menos 41 mortos, sendo que 37 pessoas morreram no local e três a caminho ou no hospital.

A colisão aconteceu no km 172 da Rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho. Segundo o porta-voz da PM, tenente Alexandre Guedes, este é o maior acidente neste ano nas rodovias do estado de São Paulo.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O tenente diz ainda que o local é de difícil acesso e as informações ainda estão em atualização. O último balanço, de 12h, aponta 11 feridos atendidos em três hospitais da região. Os corpos dos mortos estão sendo levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Avaré.

O acidente aconteceu em um trecho de curva. A causa ainda é investigada. A suspeita da polícia é que uma ultrapassagem teria provocado a colisão. Após o acidente, o caminhão invadiu uma propriedade rural. O motorista do caminhão é um dos sobreviventes.

A colisão aconteceu por volta das 7h e a rodovia precisou ser interditada para atendimento da ocorrência. Equipes de resgate da Polícia Rodoviária, bombeiros e até do helicópteros Águia, da PM, trabalham no local. Até 12h a rodovia permanecia fechada para o tráfego de veículos.

Bombeiros de Sorocaba, a mais de 250 quilômetros de distância, foram levados pelo Águia para ajudar no socorro às vítimas. Enfermeiras da Prefeitura de Taguaí também ajudam no resgate.

Portal Guaíra com informações do G1