O vereador de Toledo, Gilson Francisco (Cidadania), renunciou nesta segunda-feira (29) ao cargo na Câmara Municipal de Toledo.

A carta com pedido foi entregue por Douglas Queiroz, presidente do partido. Gilson está impedido por decisão judicial de frequentar a Câmara de Vereadores de Toledo.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A notícia nesta manhã pelo presidente do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Municipal de Toledo, Professor Oseias, divulgada durante entrevista ao radialista Batista Franco da Rádio União de Toledo.

Na semana passada (23/11) a Justiça determinou liminarmente o afastamento do vereador, acusado de rachadinha. Ele é investigado por suspeita de concussão, quando um agente público exige vantagem indevida em razão do cargo que ocupa.

Gilson foi denunciado por exigir do assessor empréstimo de R$ 44 mil e R$ 32 mil seriam entregues ao parlamentar como garantia do cargo.

Além de afastado do cargo, a justiça determinou proibir o parlamentar de frequentar a Câmara Municipal de Toledo e não ter contato com pessoas relacionadas ao processo.

O processo continua tramitando na justiça.

Damião dos Santos primeiro suplente de vereador deverá assumir a vaga. A carta de renuncia assinada pelo parlamentar será lida durante sessão que acontece ainda hoje.

Portal Guaíra com informações da Catve