(Foto: Policial Web)

O motorista que foi preso suspeito de dirigir embriagado, após acidente que matou cinco pessoas na PR-317, foi solto ao pagar fiança de R$ 3,6 mil, nesta quinta-feira (5), conforme decisão do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná (TJ-PR).

O caminhão que ele dirigia bateu de frente com o carro das vítimas na terça-feira (3), entre Toledo e Assis Chateaubriand, no oeste do Paraná. Desde então, ele estava preso na Delegacia de Toledo.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Conforme a Polícia Civil, o suspeito, de 43 anos, foi indiciado por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar, na direção de veículo automotor, agravado pela embriaguez.

O motorista foi ouvido em audiência e, por decisão da Justiça Criminal de Toledo, foi concedida liberdade provisória mediante medidas cautelares e fiança.

Vítimas
Os corpos das cinco vítimas que morreram no acidente foram velados na Igreja Matriz de Jesuítas, no oeste do Paraná, e sepultados no fim da tarde de quarta-feira (4).

As vítimas são Adriano Rodrigues da Silva, de 39 anos, Daiane Aparecida de Oliveira, de 28 anos, o casal José e Luzia Melão, de 54 anos, e Maria de Lima, de 62 anos.

Eles estavam em um carro da Prefeitura de Jesuítas quando o acidente aconteceu. Três pessoas que morreram eram da mesma família e duas eram funcionárias do município, conforme a PRE.

Acidente
A polícia disse que suspeita que o motorista do caminhão tenha tentado fazer uma ultrapassagem proibida.

“Pela dinâmica dos fatos, leva a concluir que o motorista do caminhão, provavelmente, realizava uma ultrapassagem em local proibido”, disse o tenente Malheiros da PRE.
Um terceiro veículo também se envolveu no acidente, mas o motorista não se machucou.

Bombeiros e policiais passaram a noite de terça-feira trabalhando na retirada dos corpos da vítimas. A pista ficou parcialmente interditada durante os trabalhos.

Portal Guaíra com informações do G1