Um homem de 40 anos foi morto e uma mulher de 51 anos acorrentada em cadeira no Jardim Coopagro em Toledo, na madrugada deste sábado (7).

A Polícia Militar foi acionada e ao chegar no local viu uma mulher acorrentada em uma cadeira, em via pública, em estado de choque e sem ferimentos.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A vítima informou que estava com o marido em casa. Os policiais entraram no imóvel e encontraram o homem morto com dois ferimentos no rosto e na cabeça.

À polícia ela informou que estava dormindo com o esposo, quando acordou com batidas e alguém chamando ele pelo nome, quando ela levantou e abriu a porta.

A mulher foi surpreendida por quatro envolvidos encapuzados que colocaram fita na boca, um saco de cor preta na cabeça e a acorrentaram.

Ela informou à polícia que ouviu o esposo questionando “o que estão fazendo?” recebendo como resposta “você nunca mais vai…”, mas não conseguiu entender o que falava. Na sequência escutou barulhos de batidas.

Ainda de acordo com o boletim, antes de deixar o imóvel os suspeitos deram algo para ela ingerir e disseram para pedir por socorro após três horas. A vítima então conseguiu pedir ajuda depois de 40 minutos.

À polícia ela não soube informar qual a motivação do crime. A princípio nada do imóvel foi levado, no entanto, os celulares não foram encontrados. A moto e o carro estava na garagem com a chave na ignição.

Após ser libertada e atendida pelo Samu, a mulher foi encaminhada ao hospital. Ela foi ouvida na manhã de sábado pelo delegado de plantão da 20ª SDP (Subdivisão Policial) de Toledo.

Equipes da Polícia Civil e Científica, juntamente com o IML (Instituto Médico legal) de Toledo também estiveram no local.

Portal Guaíra com informações da Catve