(Fotos: Catve)

Durante 30 dias a investigação que resultou na Operação Prontidão apurou indícios de uma associação criminosa que atuava em propriedades rurais de Toledo e região, arrombando e furtando principalmente armas de fogo.

O objetivo segundo o delegado Alexandre Macorin era revender o armamento para outras pessoas da zona rural.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Foram presas 6 pessoas, sendo 3 em flagrante e 3 por mandado judicial. O líder do grupo trabalhava com serviços gerais em fazendas e sítios, e organizava os arrombamentos e furtos.

Em uma das propriedades foram levadas várias armas de fogo. Os prejuízos causados às vítimas chegam a quase R$ 70 mil. A operação também prendeu receptadores e foram cumpridos 8 mandados de busca nos municípios de São José Das Palmeiras, Nova Santa Rosa, Marechal Cândido Rondon e no Distrito de Dois Irmãos, região de Toledo.

Toledo - Criminosos especializados em furto de armas se infiltram em propriedades rurais • Portal Guaíra

Toledo - Criminosos especializados em furto de armas se infiltram em propriedades rurais • Portal Guaíra

Toledo - Criminosos especializados em furto de armas se infiltram em propriedades rurais • Portal Guaíra

Portal Guaíra com informações da Catve