A primeira estimativa da Polícia Civil sobre os estragos do incêndio que atingiu um pátio da corporação em Palmas indicam que pelo menos dois mil veículos foram destruídos pelas chamas. O local é onde ficam armazenados carros e motocicletas apreendidos e também a parte mais antiga da frota do estado, que não está mais em uso nas ruas.

A contagem inicial leva em consideração principalmente as motocicletas queimadas. Foi possível levantar esse número rapidamente porque todas estavam estacionadas juntas, em um lote único que acabou completamente destruído. O número de carros e outros veículos só poderá ser confirmado após a perícia.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Equipes da Polícia Científica estiveram no local para iniciar a apuração sobre as causas do incêndio logo que as chamas foram controladas, por volta das 13h. Testemunhas relataram que as chamar vieram de uma área de mata, mas o próprio secretário de Segurança Pública, Cristiano Sampaio, disse que ainda é cedo para ter certeza do que houve.

As imagens do incêndio viralizaram nas redes sociais em Palmas, já que a coluna de fumaça preta pode ser vista de praticamente toda a cidade. O pátio da Secretaria da Fazenda, que fica ao lado do da Polícia Civil, não foi atingido. Os veículos que irão à leilão foram retirados do local enquanto as chamas eram combatidas.

Portal Guaíra com informações do G1