ad

A entrega aconteceu ontem, sexta-feira (25) pelas mãos do prefeito, Ivan Reis, em frente ao Paço Municipal.  A aquisição do veículo veio por meio de recursos do Programa de Qualificação da Vigilância em Saúde no Paraná – VigiaSUS. A nova conquista terá um papel fundamental nas áreas de combate à dengue e outras doenças, vacinação, investigação e controle de doenças transmissíveis, vigilância sanitária, vigilância ambiental, saúde do trabalhador e ações de promoção da saúde.

Segundo o secretário de saúde, Paulo Cunha, a conquista do novo veículo ajudará no trabalho da Vigilância Sanitária, reforçando as ações que esse departamento vem desenvolvendo, principalmente na questão da dengue que por meio da Vigilância Epidemiológica, combate a proliferação de seu mosquito transmissor.

A captação de novos recursos em todos os setores da administração municipal, por meio dos Governos, Federal e Estadual, vem sendo uma estratégia objetiva que a equipe municipal de Terra Roxa vem desenvolvendo, no intuito de conquistar novos investimentos que são revertidos em equipamentos ou veículos indispensáveis na atuação dos servidores públicos. Desde o início do ano já foram conquistados 11 veículos, vindo a somar a frota municipal que em sua maioria estão em péssimas condições de uso, uma realidade enfrentada desde o início do ano pela administração atual, que vem sendo constantemente motivo de atenção pelas secretarias por não terem uma frota adequada na execução dos serviços diários desenvolvidos para a comunidade.

Esq - Paulo Cunha, Secretário de Saúde, Edegar Finatto, presidente da Câmara de Vereadores, Ademir Marsari, vereador, Ivan Reis, prefeito, Antonio Pedro, representante da Fipal e Milton da Silva, vereador
Esq – Paulo Cunha, Secretário de Saúde, Edegar Finatto, presidente da Câmara de Vereadores, Ademir Marsari, vereador, Ivan Reis, prefeito, Antonio Pedro, representante da Fipal e Milton da Silva, vereador (foto: Evandro Mendes)

A realidade de Terra Roxa não é diferente a de outros municípios do país, inúmeras prefeituras estão buscando renovar suas frotas de veículos por motivos parecidos, o mal estado de conservação e a falta de descaso com o dinheiro público são alguns dos motivos pelos quais muitas prefeituras herdaram pátios repletos de veículos sucateados que acabam gerando despesas com consertos, utilizando verbas que poderiam ser aplicadas em outros setores como saúde, educação ou ação social, por exemplo.

Já no primeiro ano da atual administração, o ritmo de conquistas com recursos próprios ou por meio de programas governamentais deixa claro o desenvolvimento que o município vem apresentando e que reflete na melhor qualidade de vida da população.

De acordo com o prefeito, Ivan Reis, ainda este ano novo veículos serão entregues, entre eles uma ambulância UTI, “Sabemos do déficit que temos na questão de veículos, em muitos casos é precário as condições de carros, caminhonetes e caminhões, esse é motivo que por meio da equipe municipal estamos buscando novos recursos para oferecer condições adequadas na realização dos serviços á população” comentou Ivan.


ad