O vereador Edegar Finatto (PMDB) conhecido como “Kiko”, teve seu mandato cassado por quebra de decoro parlamentar, durante sessão extraordinária realizada na noite de ontem (01), em Terra Roxa/PR.

A população compareceu em grande número na Câmara Municipal de Vereadores para assistir a sessão. Foram oito votos favoráveis à cassação e três contrários. Os vereadores votaram secretamente.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A perda do mandato eletivo do vereador se deu em decorrência do relatório da Comissão de Ética da Casa de Leis, após investigar a atitude de Kiko, que teria ameaçado uma testemunha de um processo em que ele é réu.

O relatório concluiu que o vereador agiu de forma incompatível com o decoro, em razão de sua conduta imoral, procedendo a representação da perda de mandato.

Edegar Finatto responde a um processo por ter exigido propina de um empresário em uma licitação da Prefeitura Municipal.

No dia 25 de maio, Kiko foi preso em sua residência após pedido de prisão expedido pelo Ministério Público do Paraná. Ele ficou detido por 49 dias.

Na próxima sessão ordinária, a Câmara Municipal de Terra Roxa deverá convocar o suplente do vereador.

VEREADOR-CASSADO-EM-TERRA-ROXA

Portal Guaíra com informações do TRXOnline