ad

[dropcap color=”#dd3333″]O [/dropcap]principal suspeito de cometer o crime de feminicídio contra Terezinha Marion Zamian de 52 anos é o esposo José Zamian. Ele está preso após uma mandado de prisão preventiva de 30 dias ser decretada.

Segundo o delegado responsável pela investigação, Pedro Lucena, após investigações, suspeita-se que a motivação do crime seria uma traição por parte dele registrada há aproximadamente quatro meses.

Após a vítima ter descoberto a traição, pode-se ter gerado um desgaste no casamento e uma possível separação.

Ao ser interrogado, o delegado afirma que José Zamiam nega ter realizado o crime, porém ele é o único suspeito.

Segundo a Polícia Civil, o acusado tem um álibi, o que pode indicar que o crime foi planejado.

As investigações continuam para apurar os detalhes sobre o crime. Algumas testemunhas já foram ouvidas e novos depoimentos de familiares e pessoas próximas da vítima devem ser realizados.

O delegado informou à equipe que as investigações correm em segredo de justiça para preservação da família.

O crime:
Terezinha Marion Zamiam de 56 anos foi encontrada morta em veículo Saveiro com um tiro na cabeça.

A ocorrência foi registrada em uma estrada rural de Terra Roxa no domingo, dia 25 de novembro.

A situação ocorreu quando a vítima voltava do trabalho e desapareceu.

O principal suspeito do crime é o esposa da vítima.

O caso segue investigado pela Polícia Civil de Terra Roxa

Portal Guaíra com informações do Portal Nova Santa Rosa