O inquérito instaurado pela Policia Civil, referente ao furto de vacinas ocorrido no posto de saúde Ângelo Lopes, entre os dias 30 e 31 de março deste ano, no município de Terra Roxa chegou ao fim.

Conforme informações do delegado Pedro Lucena, após o trâmite do processo de investigação, foi concluído que ocorreu um equivoco no repasse das doses e não um furto.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

“Foram ouvidas diversas pessoas, inclusive o chefe da Regional de Saúde de Toledo e após toda a verificação, foi constato que os três frascos que estavam sendo considerados como furtados, foram na verdade enviados a menos e estes estava sobrando em outra unidade de saúde do município” contou Lucena.

Com os três frascos que “sumiram”, seria possível realizar a aplicação de 30 doses da vacina contra o Coronavírus.

Portal Guaíra com informações do Portal Palotina