MUNICÍPIO DE TERRA ROXA (Foto: Divulgação)

Em Terra Roxa, o Ministério Público do Paraná garantiu em julgamento no Tribunal do Júri a condenação de uma mulher pela morte do marido por homicídio simples.

Ela foi sentenciada a 11 anos e um mês de reclusão em regime fechado.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O crime ocorreu no início do ano passado e teve ampla repercussão na cidade. [RELEMBRE O FATO]

Conforme relata o MPPR na denúncia, o homem foi morto pela mulher no dia 24 de janeiro de 2020, de madrugada, em um galpão no terreno da residência do casal, com duas facadas na região do abdômen. Após o crime, ela saiu para o trabalho e depois fingiu ter encontrado o corpo.

Como destacou o Juízo da Vara Criminal da Comarca na sentença, a ré “demonstrou intensa frieza, indiferença e insensibilidade para com a morte do seu cônjuge”, indo trabalhar “como se nada tivesse acontecido, sem chamar um serviço de saúde, a Polícia ou auxílio de um terceiro. Como se não bastasse, simulou o encontro fortuito do corpo, como se nada soubesse, tentando, a todo custo, evitar que as pessoas chamassem a Polícia.”

Como já estava presa preventivamente desde a época do crime, a mulher seguirá detida, passando agora a cumprir a sentença pelo homicídio.

Não foi concedido a ela o benefício de recorrer do julgamento em liberdade.

Portal Guaíra com informações do MPPR