ad

[dropcap color=”#dd3333″]N[/dropcap]a manhã desta segunda-feira (14), indígenas que vivem na Comunidade São Cristóvão, em Terra Roxa, renderam um motorista de ônibus da Prefeitura Municipal e realizaram uma manifestação reivindicando melhorias.

O motorista, que transporta os alunos da localidade até a Escola Municipal Maria Carolina Engel, na Vila Guarani, chegou no local por volta das 6h para buscar os indígenas, mas foi ordenado a estacionar o ônibus dentro da aldeia.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Índios das tribos Tekohá Yvyraty Porã e Yviporã pediam a presença do prefeito de Terra Roxa Altair Donizete de Pádua.

Os índios reivindicam a construção de uma escola e um posto de saúde provisório na aldeia. Crianças também exibiam cartazes indicando violência e discriminação contra os indígenas.

A Polícia Federal de Guaíra foi acionada e esteve no local. 

O Delegado da PF de Guaíra, Dr.  Valcley Vendramini conversou com os caciques das aldeias, que liberaram o motorista com a condição de agendar uma reunião com o prefeito.

O encontro com o prefeito e os representantes das aldeias foi marcado para acontecer no gabinete da Prefeitura Municipal às 17h de hoje. 

O ônibus não foi liberado e permaneceu no local. 

A Prefeitura Municipal deverá requerer um pedido para reintegração de posse,  caso o veículo não seja devolvido. 



Portal Guaíra com informações do TRXOnline