[dropcap color=”#1e73be”]A[/dropcap] Rede Globo decidiu na noite de ontem (10), eliminar o cirurgião gaúcho Marcos. A decisão foi anunciada pelo apresentador Tiago Leifert e ocorreu com base nas denúncias de que ele teria agredido a participante Emilly, com quem mantinha um romance na casa.

Na segunda-feira, a Polícia Civil do Rio de Janeiro informou que vai registrar ocorrência contra as supostas agressões praticadas por Marcos. O caso ficou sob responsabilidade da Delegacia da Mulher de Jacarepaguá, próxima à casa onde o programa é gravado. A decisão foi tomada pela delegada Márcia Noeli, que é diretora da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Em cenas que foram ao ar no domingo (09), o médico foi visto cometendo uma série de atitudes suspeitas: apertou o braço da namorada, deixando marcas roxas, gritou e colocou o dedo na cara dela, encurralou-a na parede, intimidou-a psicologicamente e em diversos momentos tentou abraçar e beijar a moça sem o consentimento dela. Mesmo assim, Marcos venceu o paredão contra a paranaense Marinalva, que saiu com 77% dos votos. Por causa disso tudo, telespectadores do “BBB17” intensificaram a cobrança por uma intervenção da Globo diante do comportamento do gaúcho em relação a Emilly. A atitude final só ocorreu nessa segunda-feira.

Portal Guaíra com informações do Bem Paraná