Cortana, assistema pessoal do Windows 10. (Foto: Divulgação/Microsoft)

A Microsoft começou a liberar nesta quarta-feira (29) o download de seu novo sistema operacional, o Windows 10, que funcionará em computadores, notebooks, celulares e tablets da empresa. A atualização ocorre quase três anos após o lançamento do antecessor, Windows 8.1, mas pode não chegar a todo mundo em um primeiro momento.

Para garantir que todos os interessados receberão o software sem problemas, a Microsoft disponibilizará o sistema em fases. Isso quer dizer que, em um primeiro momento, nem todos as pessoas elegíveis a fazer o download gratuito conseguirão. Essa opção é válida para quem possui Windows 7, Windows 8, Windows 8.1 e Windows Phone 8.1, em 190 países, incluindo o Brasil. A gratuidade vale até junho de 2016.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Para receber a novidade, a máquina deve preencher alguns requisitos, como ter processador de 1 GHz, e memória RAM de 1 GB (para 32 bits) ou 2 GB (64 bits) e espaço livre de 16 GB (para 32 bits) ou de 20 GB (64 bits). Antes ainda é preciso fazer alguns preparativos. Donos do Windows 7 devem se certificar de que baixaram e instalaram o Service Pack 1 e quem usa o Windows 8 deverá atualizar para Windows 8.1.

Quem recebe primeiro
O processo de envio do aviso para renovar o sistema pode demorar semanas. Os primeiros a receber o novo software foram os 5 milhões de participantes do programa Windows Insider, voltado a usuários que comentam suas impressões com a Microsoft a respeito do software.

A segunda onda deve ser a dos usuários que fizeram a reserva em 1º de junho, assim que a Microsoft anunciou a data oficial de lançamento. Tanto integrantes do primeiro quanto do segundo grupo serão avisados de que podem baixar o Windows 10 ao abrir o computador. A notificação será feita por meio de um ícone na parte inferior direita da barra de ferramentas: “Seu computador está pronto para sua atualização gratuita”.

Quem recebe depois
Quem não fez reserva ou não é um Insider deve integrar a terceira leva. Há ainda o conjunto de usuários que não são elegíveis para instalar o sistema gratuitamente. Isso vale para aqueles que possuem Windows Vista, XP ou outra versão anterior. Essas pessoas deverão comprar uma licença de uso por um preço ainda não informado para o Brasil pela Microsoft. Nos Estados Unidos, custará US$ 119 (Home, versão doméstica) e US$ 199 (Profissional, para empresas).

Instabilidade
Alguns sistemas podem apresentar alguma instabilidade com a atualização, apesar de, segundo a Microsoft, o Windows 10 ser compatível com a maioria dos Windows 8 e 7. Isso pode ocorrer porque o dispositivo não tem capacidade para rodar o novo sistema, explica a Microsoft.

Caso o problema surja, a empresa diz que informará o contato de um profissional ou indicará soluções alternativas dentro da loja do Windows. O novo software é uma investida do presidente-executivo da Microsoft, Satya Nadella, para reconquistar terreno perdido em um mundo dominado por tablets e smartphones.

Aviso de que o sistema está pronto para receber a atualização do Windows 10. (Foto: Divulgação/Microsoft)
Aviso de que o sistema está pronto para receber a atualização do Windows 10. (Foto: Divulgação/Microsoft)

Portal Guaíra com informações do G1