Na madrugada de ontem, às 03h30, a Polícia Militar de Guaíra foi comunicada que um taxista da cidade de Sarandi, norte do Paraná, que teve o veículo tomado de assalto e feito refém, tinha sido libertado na região de fronteira.

Segundo o taxista, ele foi contratado para fazer uma corrida a um casal, a mulher era loira e o homem moreno com cavanhaque, eles tinham como destino a cidade de Palotina/PR.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O taxista recebeu voz de assalto quando passava pela cidade de Cianorte/PR.

A vítima foi amordaçada, teve os braços amarrados com uma fita e foi colocado no banco traseiro.

imagem ilustrativa

Os assaltantes mudaram a rota, seguindo para Guaíra/PR, fronteira com o Paraguai e Mato Grosso do Sul, onde boa parte dos carros furtados ou roubados são receptados.

Ao ser libertado em Guaíra, após se soltar das amarradas, o taxista acionou a polícia.

O táxi, um Prisma, cor prata, placas AVK-2048 do município de Sarandi foi levado pelos assaltantes, que seguiram em direção a fronteira.

Toda rede policial foi comunicada do roubo, mas até o momento a veículo não foi recuperado.

A vítima não se feriu.

Fonte: Rádio Educadora