Um homem de 43 anos foi encontrado morto decapitado em Itapevi, região metropolitana de São Paulo. O suspeito de cometer a brutalidade é o próprio primo.

A mãe do suposto autor do crime procurou a polícia para comunicar o assassinato e teria ajudado o filho a deixar o local da violência.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O corpo da vítima foi encontrado enrolado em um lençol. O pai do autor do crime presenciou o homicídio, mas, de acordo com a mãe do suspeito, o homem tentou impedir, mas não conseguiu por ser cadeirante.

Segundo familiares, crime pode ter sido premeditado. A irmã da vítima afirmou que o suspeito chamou o primo para mostrar algo e o irmão não saiu mais. A esposa do homem morto estranhou a demora do marido em retornar e foi à casa chamá-lo. “Ele só olhou pela frestinha e falou: ‘olha, ele mandou falar que saiu’. Eu falei: ‘como assim? Foi pra onde?’. Ele falou assim: ‘não sei, ele só mandou te avisar que saiu’”, relatou.

A polícia investiga a motivação do crime, já que os dois, aparentemente, se davam bem. Um machado, uma faca e um celular foram apreendidos. O suspeito segue foragido.

Portal Guaíra com informações do SBT