ad

Após uma série de denúncias anônimas, a polícia de São Paulo conseguiu prender na madrugada deste sábado, um casal que usava os próprios filhos, de 3 a 12 anos, como “ajudantes” na venda de entorpecentes. O episódio foi registrado em Ilha Comprida, no litoral de São Paulo, e os dois suspeitos foram presos em flagrante e indiciados por tráfico de drogas, associação criminosa e corrupção de menor.

Ao todo, seis crianças eram utilizadas pelo casal para despistar os policiais, uma vez que o local de “origem” da droga ficava em Balneário Marusca, região já conhecida pelos constantes flagrantes de tráfico de entorpecentes.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

No imóvel da família, o casal e os seis filhos armazenavam, faziam o corte e a distribuição das drogas. Os menores serviam como um “álibi” para despistar abordagens policiais, com a mãe levando as crianças para realizar as entregas de droga. Além disso, os filhos também ajudavam na organização do local e até revelaram aos policiais alguns esconderijos onde ficavam os entorpecentes.

Ao todo, foram apreendidos 3,6 quilos de maconha, 1,8 quilos de cocaína, 2.400 eppendorfs vazions, uma agenda com anotações do tráfico, dois celulares e R$ 300.

Depois da prisão dos pais, as crianças foram encaminhadas para um abrigo.

Portal Guaíra com informações do Bem Paraná