O jovem que teve a testa tatuada com a frase “eu sou ladrão e vacilão”, em 2017, foi preso em Cotia, na região metropolitana de São Paulo, no domingo (27).

A Guarda Civil Municipal recebeu a informação que um homem estaria realizando furtos em residências pela região do bairro Rio das Pedras. Após invadir um imóvel, por volta das 6h, Ruan Rocha da Silva, de 22 anos, foi detido.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Na delegacia os policiais ainda descobriram que o jovem tinha um mandado de prisão em aberto, por roubo. Após o registro do boletim de ocorrência, ele foi transferido para a Cadeia Pública da cidade.

Relembre o caso
Há cinco anos Ruan ficou conhecido depois de ser torturado e ter a testa tatuada por Maicon Carvalho dos Reis e Ronildo Moreira de Araújo. O crime foi gravado e compartilhado nas redes sociais.

Na época, o jovem, que era menor de idade, foi acusado de tentar roubar uma bicicleta no centro de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, e foi flagrado pelos homens.

Em 2018, o Tribunal de Justiça de São Paulo condenou Reis e Araújo pelos crimes de lesão corporal gravíssima e constrangimento ilegal.

Portal Guaíra com informações do Portal R7