O prefeito licenciado de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), morreu na capital paulista neste domingo (16), aos 41 anos.

Covas lutava desde outubro de 2019 contra um adenocarcinoma, tipo de câncer detectado inicialmente na cárdia, região de transição do esôfago para o estômago.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Ele passou por sessões de quimioterapia e imunoterapia que haviam feito a doença regredir, mas, menos de dois anos depois do diagnóstico, o câncer acabou voltando a afetar o fígado e os ossos do prefeito.

Licenciado da prefeitura da maior cidade do país desde o início de maio, quando os tratamentos se intensificaram, o tucano estava internado no Hospital Sírio-Libanês desde o último dia 2.

Com a morte de Covas, o prefeito interino Ricardo Nunes (MDB) assume definitivamente.

As informações são da Veja