ad

Soldado da Marinha dos Estados Unidos bebe sangue de cobra durante exercício de sobrevivência na selva na base militar de Chon Buri (Tailândia). Cerca de 13 mil soldados de sete países (Tailândia, Estados Unidos, Cingapura, Indonésia, Japão, Coreia do Sul e Malásia) participam do treinamento, que dura 11 dias Damir Sagolj/Reuters

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Soldado dos EUA morde uma galinha previamente abatida durante exercício de sobrevivência na selva na base militar de Chon Buri (Tailândia). Cerca de 13 mil soldados de sete países (Tailândia, Estados Unidos, Cingapura, Indonésia, Japão, Coreia do Sul e Malásia) participam do treinamento, que dura 11 dias Pornchai Kittiwongsakul/AFP

Soldado da Marinha dos Estados Unidos bebe sangue de cobra durante treinamento de sobrevivência na selva na base militar de Chon Buri (Tailândia). Cerca de 13 mil soldados de sete países (Tailândia, Estados Unidos, Cingapura, Indonésia, Japão, Coreia do Sul e Malásia) participam do treinamento, que dura 11 dias Pornchai Kittiwongsakul/AFP

Soldado dos EUA brinca com pedaço de rabo de cobra durante treinamento de sobrevivência na selva na base militar de Chon Buri (Tailândia). Cerca de 13 mil soldados de sete países (Tailândia, Estados Unidos, Cingapura, Indonésia, Japão, Coreia do Sul e Malásia) participam do treinamento, que dura 11 dias Pornchai Kittiwongsakul/AFP


Soldado dos EUA brinca com pedaço de rabo de cobra durante treinamento de sobrevivência na selva na base militar de Chon Buri (Tailândia). Cerca de 13 mil soldados de sete países (Tailândia, Estados Unidos, Cingapura, Indonésia, Japão, Coreia do Sul e Malásia) participam do treinamento, que dura 11 dias Pornchai Kittiwongsakul/AFP

Soldado da Marinha dos Estados Unidos bebe sangue de cobra durante treinamento de sobrevivência na selva na base militar de Chon Buri (Tailândia). Cerca de 13 mil soldados de sete países (Tailândia, Estados Unidos, Cingapura, Indonésia, Japão, Coreia do Sul e Malásia) participam do treinamento, que dura 11 dias Pornchai Kittiwongsakul/AFP

Soldado tenta segurar uma cobra durante treinamento de sobrevivência na selva na base militar de Chon Buri (Tailândia). Cerca de 13 mil soldados de sete países (Tailândia, Estados Unidos, Cingapura, Indonésia, Japão, Coreia do Sul e Malásia) participam do treinamento, que dura 11 dias Pornchai Kittiwongsakul/AFP

Soldado da Marinha dos Estados Unidos bebe sangue de cobra durante treinamento de sobrevivência na selva na base militar de Chon Buri (Tailândia). Cerca de 13 mil soldados de sete países (Tailândia, Estados Unidos, Cingapura, Indonésia, Japão, Coreia do Sul e Malásia) participam do treinamento, que dura 11 dias Pornchai Kittiwongsakul/AFP

Soldados dos EUA comem insetos durante treinamento de sobrevivência na selva na base militar de Chon Buri (Tailândia). Cerca de 13 mil soldados de sete países (Tailândia, Estados Unidos, Cingapura, Indonésia, Japão, Coreia do Sul e Malásia) participam do treinamento, que dura 11 dias Pornchai Kittiwongsakul/AFP

Soldado da Tailândia ensina a militares dos EUA como capturar uma cobra durante treinamento de sobrevivência na selva, na base militar de Chon Buri (Tailândia). Cerca de 13 mil soldados de sete países (Tailândia, Estados Unidos, Cingapura, Indonésia, Japão, Coreia do Sul e Malásia) participam do treinamento, que dura 11 dias Damir Sagolj/Reuters

Soldado da Tailândia ensina a militares dos EUA como capturar uma cobra durante treinamento de sobrevivência na selva, na base militar de Chon Buri (Tailândia). Cerca de 13 mil soldados de sete países (Tailândia, Estados Unidos, Cingapura, Indonésia, Japão, Coreia do Sul e Malásia) participam do treinamento, que dura 11 dias Pornchai Kittiwongsakul/AFP

Veja também
(Parte 02) – Conheça os “intrometidos” em fotos que são sucesso em redes sociais
(Parte 01) – Conheça os “intrometidos” em fotos que são sucesso em redes sociais
Video – O dia em que a morte tirou férias (Death Takes)