O Município de Guaíra esteve representado pelos servidores, Gleissiele Tonelli Dornelles – Assistente Social do CREAS, Graziella Freitas – Diretora de Proteção Especial, Paulo e Daniele da Guarda Municipal, participando do evento, “Lançamento do Protocolo de Atendimento à Mulher em Situação de Violência no Município de Cianorte” no final do mês de junho, no auditório da Unipar de Cianorte.

Evento contribuiu para melhor entendimento da aplicação da Lei Maria da Penha.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Os palestrantes, Dra. Elaine Lopo Rodrigues, Promotora de Justiça, Dra. Flávia Braga de Castro Alves da Justiça de Direito da Vara Criminal e Dr. Sérgio Roberto Martins, Promotor de Justiça, explanaram sobre todo o Processo que caracteriza Violência Doméstica e a aplicação da Lei Maria da Penha. As palestras tiveram abordagem expressiva, visando a aplicabilidade após instauração do inquérito policial. Além da explicação do contexto de criação para fluxo de atendimento e protocolo para o atendimento da mulher vítima de violência.

Os representantes de Guaíra enfatizaram que a palestra teve grande importância e será pauta em várias reuniões já agendadas visando a provação para que o assunto seja tratado de forma diferenciada, com o objetivo de aumentar a proteção à mulher vítima de violência em Guaíra.

“A violência contra a mulher não se limita apenas à agressão física, mas em vários outros tipos de violência, como psicológica, patrimonial, sexual e moral e o curso os permitiu acompanhar um trabalho diferenciado que está sendo executado em Cianorte e pode ser reaplicado na realidade de nosso Município, de forma que a mulher possa ter um acompanhamento complete, posterior a agressão e não só pelo ato violento”, contou Graziella Freitas – Diretora de Proteção Especial de Guaíra.

Ainda no mês de Julho será realizado um evento para as mulheres onde será ministrado pelos técnicos no NUMAPE – Núcleo Maria da Penha de Toledo.

Portal Guaíra via Assessoria