Uma menina de três anos foi raptada de dentro da própria casa em Palhoça, em Santa Catarina (SC), na noite de sexta-feira (18).

Na residência, a mãe da criança foi agredida na cabeça com uma paulada e ficou semiconsciente.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Segundo o Comandante da Polícia Militar, Rodrigo Dutra, a PM esteve na casa da família colhendo mais informações. Até o momento, conforme o ND+, menina segue desaparecida.

De acordo com informações que vizinhos repassaram à polícia, um casal teria sido visto chegando na casa em um Gol de cor branca.

“A PM está a campo auxiliando a Polícia Civil com mais detalhes sobre o caso. O que se sabe até o momento é que a mãe não possui histórico de briga familiar, não tem envolvimento com tráfico de drogas e que trata-se de uma família que vive em área de vulnerabilidade social. A DIC de Palhoça trabalha no caso”, informou o comandante Dutra.

Ainda segundo o comandante da PM, nas semanas anteriores ao sequestro alguém teria tentado oferecer doces à criança. A relação do fato com o crime ainda está sendo investigado.

Atualização (08:30)

O sequestro da menina Fabíola, de 4 anos, teve um desfecho feliz, ela foi encontrada pela Polícia Civil na madrugada deste domingo (20).

De acordo com a Polícia, a menina está bem e foi encontrada em Florianópolis, no Norte da Ilha de Santa Catarina, com um casal, que foi preso.

Portal Guaíra com informações da ND+