Um jovem de 23 anos que foi atropelado em frente ao hospital minutos depois de ver o filho nascer morreu na tarde de sábado (26). Diagnosticado com morte encefálica, Jean Carlos Ribeiro da Rosa estava internado há 22 dias e a família autorizou a doação de órgãos. O acidente ocorreu dia 5 de março, em Curitibanos, Oeste catarinense.

Jean foi ao Hospital Hélio Anjos Ortiz com a mulher para o nascimento do filho, no início da tarde daquele sábado. O jovem gravou o parto e registrou fotos com o filho antes que ele e a mãe fossem para o quarto para recuperação da cirurgia.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O jovem aproveitou o tempo livre para comer na lanchonete e durante o percurso foi atropelado. Ele sofreu traumatismo craniano, lesão na coluna, fratura na costela e perda de um pulmão, além de várias lesões no corpo. O motorista de 72 anos prestou socorro e não ficou ferido.

Jean precisou ficar internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Maicé, em Caçador, que fica na mesma região.

“A todo momento eles falavam sobre o risco grande de óbito a qualquer momento, a pancada na cabeça foi muito grave. A esperança [dele se recuperar] era enorme, queríamos muito ele aqui para cuidar dos filhos dele”, disse a irmã da vítima Dara Ribeiro.

A irmã disse que o jovem precisou passar por uma cirurgia para doar os órgãos. “Vai ter pedacinhos dele aqui pela terra salvando vidas”, explicou Dara.

O jovem deixa mulher, um filho de três anos e outro recém-nascido. O horário e o local do enterro não foram divulgados.

Portal Guaíra com informações do G1