Pelo menos seis corpos foram encontrados carbonizados dentro de um veículo no domingo (8), em Joinville, cidade mais populosa de Santa Catarina, no Norte do estado. As vítimas, que não tiveram os nomes nem o sexo informados pela polícia, trabalhavam juntos na mesma empresa e moravam na mesma casa, que também foi incendiada.

Nenhum responsável pela chacina foi identificado ou preso. O crime ocorrido no bairro Morro do Meio chocou a cidade pela violência.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O delegado Dirceu Silveira Júnior, da Delegacia de Homicídios, informou preliminarmente à NSC que um desentendimento entre uma das vítimas e um dos suspeitos do crime motivou a violência.

Silveira detalha que horas depois da discussão, pelo menos vários suspeitos teriam voltado até a residência, espancado as vítimas e ateado fogo no imóvel, como retaliação pela discussão.

Na casa, havia três carros pertencentes à empresa onde as vítimas trabalhavam e que foram usados para transportá-los até uma estrada próxima do fim da Rodovia do Arroz, no bairro Vila Nova.

No local, um dos veículos, modelo Fiat Uno, foi encontrado carbonizado por moradores, por volta de 10h. À princípio, segundo o delegado, foi possível perceber seis corpos no veículo, mas somente a perícia poderá precisar o total exato de mortos.

Todos as vítimas eram naturais do Paraná e viviam de aluguel na residência para trabalhar em uma empresa de prestação de serviços.

Uma investigação foi aberta e a polícia segue em busca de identificar os suspeitos e os mortos.

Portal Guaíra com informações do G1