Um acidente envolvendo um caminhão do Exército em uma área de mata que fica entre Blumenau e Indaial, no Vale do Itajaí, deixou dois mortos e 39 feridos. O veículo caiu em uma ribanceira de aproximadamente 20 metros por volta das 8h30, desta quarta-feira (16).

O comandante da 1ª Cia/3º BBM, Fillipi Pamplona, afirmou que 41 militares, sendo 38 recrutas com idades entre 18 e 19 anos, estavam no veículo.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Segundo o 23º Batalhão de Infantaria, dois militares morreram. Foram encaminhados ao Hospital Santo Antônio 27 feridos. Há pessoas em estado grave, segundo a assessoria da unidade de saúde.

Outras doze vítimas foram levadas ao Hospital Santa Isabel. Uma delas passou por uma cirurgia de urgência e está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e as demais seguem em observação.

Os nomes e as idades das vítimas não foram divulgados pelas unidades de saúde.

O 23º Batalhão de Infantaria disse que o acidente ocorreu durante um deslocamento de um comboio para o Campo de Instrução do Batalhão, com finalidade de realizar um treinamento de Tiro de Instrução Básico (TIB) do efetivo incorporado no ano de 2022. A informação foi divulgada por meio de nota publicada nas redes sociais às 10h20.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a queda ocorreu em uma estrada que fica nas mediações da Rua Belmiro Colzanin, no bairro Progresso, na divisa com Indaial, próximo ao acesso ao Centro de Treinamento.

De acordo com o 23º Batalhão de Infantaria, a área onde ocorreu o acidente é de difícil acesso e o trecho do percurso não tem pavimentação de asfalto. Uma equipe da perícia e um guincho foram encaminhados para o local.

Até as 13h, equipes do Corpo de Bombeiros Militar e Voluntários trabalhavam no atendimento da ocorrência. Segundo a corporação, são cerca de 30 bombeiros, entre militares, comunitários e voluntários e 15 viaturas, incluindo outras instituições. A aeronave Arcanjo 03 também esteve no local.

Em nota, a 14ª Brigada de Infantaria Motorizada informou que “está tomando todas as medidas necessárias e prestando apoio psicológico e religioso aos envolvidos e seus familiares, bem como mandou instaurar um inquérito no intuito de apurar as causas do acidente”.

As informações são do G1