A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nesta terça-feira (17) o 1º Informe Epidemiológico da dengue, do novo período sazonal da doença no Paraná, que iniciou no dia 1º de agosto e deve seguir até julho de 2022. O documento registra cinco casos da doença no Estado.

Os casos foram confirmados em Foz do Iguaçu (2), Medianeira, Santa Isabel do Ivaí e Cambé. Há ainda 219 casos em investigação e nenhuma morte neste período. Até agora, 47 municípios registraram notificações de dengue.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

“Precisamos que a população continue mantendo os cuidados, eliminando os criadouros do mosquito Aedes aegypti, que é o transmissor da dengue”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto. “Mesmo com poucos casos, não podemos deixar de nos preocupar com essa doença que já vitimou centenas de paranaenses ao longo dos anos”, acrescentou.

HISTÓRICO – A Sesa monitora os dados da dengue desde 1991. O ano de 2007 marcou a primeira grande epidemia no Paraná. Foram mais de 50 mil notificados, cerca de 26 mil casos confirmados e sete pessoas morreram. A série histórica da doença aponta que o penúltimo período, de 2019/2020, foi o de maior registro de casos, finalizado com 227.724 confirmações e 177 óbitos. Já o último período fechou com 27.889 casos e 32 óbitos.

Portal Guaíra com informações da AEN