(Foto: Erasmo Salomao/Ministério da Saúde)

Todas as unidades de saúde do Paraná abrem neste sábado para vacinar contra a gripe. A ação faz parte da ‘Dia D’ da Campanha Nacional de Vacinação. O objetivo é garantir a imunização dos grupos prioritários. Para receber a dose, basta comparecer à unidade mais próxima.

A Secretaria de Estado da Saúde distribuiu as doses e cabe aos municípios trabalhar estratégias para incentivar a população a comparecer e receber a imunização.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Os grupos prioritários são compostos por:
– Crianças de 6 meses até 5 anos gestantes;
– Puérperas;
– Indígenas;
– Professores;
– Idosos;
– População carcerária e funcionários do sistema prisional;
– Policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas.

“O Paraná está mobilizado na campanha nacional desde o dia 10 de abril, e neste sábado vamos fazer esta grande ação a favor da saúde, imunizando o maior número possível de paranaenses” disse o secretário da Saúde, Beto Preto.

De acordo com ele, as 22 Regionais de Saúde do Estado e todos os municípios estão envolvidos. “Fazemos aqui um chamado para que a população busque a unidade de saúde mais próxima de sua casa para receber a dose. É um ato de respeito à vida, de carinho familiar e de amor ao próximo”, afirmou.

Balanço
Desde 10 abril, quando começou a campanha, o Paraná vacinou mais de 1,2 milhão de pessoas, o que representa 38% do público-alvo.

“A expectativa é que o Dia D aumente esta porcentagem com o máximo de pessoas vacinadas”, disse a enfermeira da Vigilância do Programa de Imunização da Secretaria da Saúde do Paraná, Vera Rita da Maia.

Entre os grupos prioritários, registram maior procura pela imunização os idosos, com 68,44% do público já vacinado, os indígenas, com 66,9%, e as puérperas, com 65%.

Vera destaca que a vacina é segura e imuniza contra os vírus mais comuns em circulação no momento. “A vacina não desencadeia a gripe, ela é uma das formas mais eficazes para evitar casos graves e mortes provocadas pela doença”, afirma Vera Maia.

A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe segue até 31 de maio.

Prevenção
Além da vacina, a Secretaria da Saúde recomenda medidas preventivas, como higienizar as mãos, principalmente depois de tossir ou espirrar; evitar tocar os olhos, nariz ou boca após contato com superfícies potencialmente contaminadas, como corrimão, bancos e maçanetas; e manter hábitos de alimentação saudável, incluindo a ingestão de líquidos.

Portal Guaíra com informações da AEN