(Foto: Dilson Rodrigues/RPC)

Dos 399 municípios do Paraná, apenas Boa Esperança do Iguaçu, no sudoeste, não registrou nenhuma morte por Covid-19 até este domingo (20), segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

A cidade é uma das 51 do Brasil que não registraram mortes pela doença. No sábado, o país chegou à marca de 500 mil óbitos por Covid. Desse total, mais de 29 mil são paranaenses.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

De acordo com Sesa, já faz mais de um ano em que as primeiras mortes no Paraná foram registradas.

Segundo a Prefeitura de Boa Vista da Aparecida, algumas medidas restritivas têm ajudado a evitar o avanço da Covid-19 na cidade, que tem pouco mais de 2,7 mil habitantes.

Desde o início da pandemia, o município fechou a prainha de água doce, que costumava receber centenas de visitantes. A entrada de pessoas na cidade também foi controlada, e o comércio fica fechado aos domingos.

Conforme a Sesa, até este domingo, 155 moradores foram infectados pela Covid-19.

Desse total, apenas três pessoas precisaram ser internadas, conforme o município.

“A grande maioria foi de pessoas que foram para fora do município e que vieram de fora do município visitar familiares, que acabaram trazendo o vírus. Então, o fechamento da prainha nesse momento foi essencial. O fechamento do comércio por algumas vezes também trouxe um prejuízo, digamos assim, mas foi um prejuízo que trouxe resultado”, disse o prefeito, Givanildo Trumi.

Um dos moradores internados foi a dona Adélia. A agricultora ficou doente em dezembro de 2020.

Depois de quase dois meses internada, sendo 28 dias intubada, ela conseguiu vencer a doença.

Entretanto, por causa de uma traqueostomia, que é uma abertura na traqueia para que ela possa respirar enquanto aguarda uma cirurgia, dona Adélia ainda não consegue falar. Mas, ela já voltou a caminhar sozinha e a cada dia fica melhor.

“A gente orou muito. A comunidade em geral ajudou bastante em oração, e somos gratos a isso. Mas a mãe voltar para casa foi um milagre”, disse a filha de Adélia, Lurdes de Campos.

Dona Adélia foi o único caso grave na cidade. Os outros dois moradores que foram hospitalizados se recuperaram em poucos dias.

Segundo o médico que atende os casos de Covid-19 na cidade, os outros contaminados tiveram sintomas bem leves.

“Existem algumas cepas dos vírus. Algumas mais agressivas e outras menos. Eu acredito que, graças a Deus, aqui no município, a gente teve uma infestação com cepas menos agressivas”, disse o médico Mário Ineco Júnior.

A secretária de Saúde, Jéssica Biavati, avaliou ainda que conseguiu conscientizar os idosos para se cuidarem desde o início da pandemia.

“A gente não teve um alto índice de contaminação de pessoas com mais idade, pacientes idosos acima de 60 anos. Uma das justificativas também, que a gente observa que pode ter contribuído também para não ter tido óbitos no município”, explicou.

Até o momento, metade da população da cidade foi vacinada contra a Covid-19.

Portal Guaíra com informações do G1