ad

Três crianças foram encontradas em situação de abandono em Sarandi, no norte do Paraná, na quarta-feira (29). Elas têm 2, 6 e 7 anos, conforme o Conselho Tutelar, responsável pela ação de resgate, em conjunto com a Guarda Municipal. A casa em que elas estavam fica no Conjunto Floresta, na zona sul da cidade.

As crianças estavam presas, sozinhas, em uma casa cheia de lixo espalhado pelo chão – garrafas pets, entulhos, sacolas plásticas, papéis. O chão estava todo sujo, em situação insalubre, conforme o próprio Conselho Tutelar.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

“É difícil até de relatar a situação em que encontramos. Recebemos uma denúncia, juntamente com a Guarda Municipal. Chegando até aqui, percebemos que as crianças estavam lá dentro. Eu chamei, e as crianças só choravam”, relata a conselheira tutelar Edna Klip, de Sarandi.

Segundo a conselheira, a mãe já havia sido notificada há quatro meses pela sujeira da casa, e se comprometeu a limpar o local. Ela, no entanto, não mudou nada na casa, mesmo depois do alerta.

“Quando chegamos, elas [as crianças] estavam sem roupa. O menino, uma criança de 2 anos, estava com a chupeta na boca, e as duas meninas estavam em cima do sofá, só de calcinha. Elas estavam visivelmente desnutridas. O que despertou a vizinhança foi o fato delas irem até o portão para pedir comida”, conta Edna.

A conselheira conta que os vizinhos alimentavam as crianças, enquanto a mãe sumia e as deixava sem comida. A mulher ainda ameaçava os vizinhos para que eles não fizessem denúncias, ainda de acordo com o Conselho Tutelar.

A mãe saía à noite e pedia para que a menina de 7 anos cuidasse dos irmãos mais novos, sob pena agressão, caso ela não o fizesse, conforme relatos de testemunhas. “Enquanto a mãe saía à noite, uma criança de 7 anos ficava responsável pelos irmãos. Isso nos causou muita indignação, porque, na verdade, cabe à mãe cuidar dessas crianças”, afirma a conselheira.

Até as 19h desta quarta-feira, a mãe não havia sido encontrada pela polícia. Ela deve ser indiciada por abandono de incapaz, segundo a Guarda Municipal. As crianças foram encaminhadas para a casa do avô.

Crianças estavam sozinhas, em uma casa cheia de lixo espalhado pelo chão (Foto: Honorio Silva/RPC TV)
Crianças estavam sozinhas, em uma casa cheia de lixo espalhado pelo chão (Foto: Honorio Silva/RPC TV)

Fonte: G1