(Foto: Rodrigo Grando/RPC Maringá)

Um suspeito de participar da execução a tiros dentro do Hospital Metropolitano de Sarandi, no norte do Paraná, foi baleado nesta terça-feira (16) em confronto com a Polícia Militar (PM). Conforme a Polícia Civil, outro homem também foi detido durante a ação.

Segundo a Polícia Civil, o suspeito foi socorrido sem ferimentos graves e levado ao Hospital Universitário (HU) de Maringá, também no norte.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

De acordo com o delegado Adriano Garcia, o homem baleado é investigado por estar envolvido na morte de Diego Henrique Valentim, que estava internado na UTI após ter sido vítima de uma tentativa de homicídio, em agosto de 2021.

Na ocasião, homens armados invadiram o Hospital Metropolitano de Sarandi, renderam funcionários e balearam Valentim.

O suspeito baleado é de alta periculosidade, segundo o delegado, e tem um mandado de prisão preventiva contra ele por homicídio, além das suspeitas dele ter participado de outros crimes.

Segundo a polícia, o confronto desta terça-feira ocorreu em Água Boa, no distrito de Paiçandu, também no norte, e a prisão foi feita pela PM.

Até a publicação desta reportagem, a Polícia Civil disse que não tinha colhido depoimento dos dois suspeitos presos, pois a PM realizava os procedimento cabíveis.

Por isso, não informou se o segundo preso na abordagem também teve envolvimento execução no hospital e em que situação os dois foram flagrados.

Durante a ação, uma arma de fogo também foi apreendida. O delegado disse que a suspeita é que ela tenha sido utilizada em um homicídio.

Portal Guaíra com informações do G1