A Polícia Civil está investigando uma tentativa de abuso sexual contra uma mulher de 75 anos em Sarandi, na região de Maringá. De acordo com a denunciante, o crime teria sido cometido por um recenseador do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A vítima relatou aos policiais que o recenseador foi até sua casa há alguns dias para coletar as informações sobre o Censo Demográfico 2022. Durante a pesquisa, ele teria inclusive pedido para entrar dentro da casa da idosa, que lhe serviu um copo d’água.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Dias depois, ela teria sido surpreendida por um homem encapuzado na porta de casa. Ele colocou um saco plástico na cabeça da vítima e a arrastou até o quarto da casa. A mulher ainda disse que perguntou o que queria ao suspeito, pensando se tratar inicialmente de um assaltante.

“Ele não queria me roubar. Eu perguntei o que ele queria, e ele só dizia ‘eu quero você’”, relatou a moradora, que preferiu não se identificar.

Durante um momento de distração, a idosa conseguiu rasgar o saco que cobria seu rosto e empurrar o agressor para fora do quarto, trancando a porta logo na sequência. Pela janela do quarto, viu o homem saindo já sem capuz e o reconheceu como o recenseador do IBGE que a havia visitado.

A vítima registrou um boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia Civil de Sarandi, que conseguiu puxar pelas câmeras de segurança locais imagens com o rosto do suspeito.

Ele tem 22 anos e foi intimado à prestar esclarecimentos sobre o acontecido.

Portal Guaíra com informações da Ric Mais