A Polícia Militar se pronunciou na segunda-feira (18) sobre as mortes de três suspeitos em confronto com equipes do Pelotão de Choque e Rotam. O confronto foi no domingo (17), após um assalto em Marialva. Segundo a corporação, as equipes tentaram abordar os suspeitos três vezes durante a perseguição.

O confronto entre a Polícia Militar e os suspeitos de assalto aconteceu na tarde desse domingo, entre Maringá e Sarandi. A PM foi acionada por volta das 14h para atender a uma ocorrência de assalto a residência em Marialva.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

No caminho, encontrou os suspeitos dentro de um Gol prata. Com as sirenes ligadas, os policiais deram ordem de parada ao motorista, que fugiu em alta velocidade em direção a Sarandi.

“Durante o deslocamento para a ocorrência, a equipe conseguiu visualizar o carro, tentou realizar uma abordagem, contudo, os indivíduos passaram a fugir da equipe e aí iniciou um acompanhamento tático. Quando estava mais ou menos nas proximidades do portal de Marialva, os três indivíduos efetuaram disparos contra a equipe policial, mesmo após os disparos o acompanhamento continuou pela rodovia sentido Sarandi. Felizmente, a equipe policial conseguiu fazer contato via rádio com outras viaturas e as equipes Choque e Rotam organizaram um cerco e foi possível realizar uma segunda tentativa de abordagem, já na divisa entre Maringá e Sarandi. Nesta segunda tentativa de abordagem, foi possível visualizar que os três indivíduos apontaram as armas contra as equipes policiais, razão pela qual foi necessário efetuar disparos, a fim de garantir não só a segurança dos policiais militares que estavam lá, mas também de todos os civis que estavam andando ou que estavam dentro dos carros ali na região. Após a segunda tentativa de abordagem, o veículo andou mais alguns metros e teve uma terceira tentativa, e foi possível visualizar que os indivíduos novamente apontaram as armas contra as equipes policiais fazendo menção de que efetuariam disparos, razão pela qual foi necessário que as equipes novamente também efetuassem disparos. Após a situação já estar em segurança, que os indivíduos não ofereciam mais risco para as equipes policiais e para os terceiros, foi feito uma aproximação e foi possível constatar que eles estavam feridos. Diante disso, foi acionado o Samu e o Siate para que prestassem o atendimento médico necessário e quando eles chegaram ao local, constataram que os indivíduos teriam ido a óbito”, diz a polícia.

Portal Guaíra com informações do GMC Online