Uma mulher de 25 anos morreu no hospital após ser atingida por um disparo de arma de fogo na casa em que morava, em Sarandi, no norte do Paraná. Conforme a Polícia Civil, o crime aconteceu após ela pedir para o vizinho diminuir o volume do som na madrugada de domingo (4) .

Larissa Aciole da Silva estava internada em estado grave no Hospital Metropolitano de Sarandi, mas não resistiu e morreu nesta segunda-feira (5).

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Conforme a polícia, o suspeito pelo crime disparou contra a casa de Larissa. Um dos disparos atingiu a cabeça da jovem.

O delegado Adriano Garcia disse que o pai do atirador foi preso por suspeita de ter participado do crime.

“O pai do suspeito chega com uma mochila nas costas e incentiva o filho a disparar contra a casa da vítima”, contou.

Investigação
Segundo o delegado, ele disparou contra a casa da vítima na sexta-feira (2) enquanto ela estava fumando narguilé com amigos. Ninguém foi atingido.

Na manhã de domingo (4), amigos de Larissa efetuaram disparos contra a casa do suspeito, que revidou e um dos tiros atingiu a cabeça da jovem, segundo Garcia.

Ela foi socorrida e encaminhada ao hospital em estado grave.

A polícia informou que tenta localizar o suspeito e que denúncias podem ser feitas de forma anônima pelo número (44) 9 9137-9773.

Portal Guaíra com informações do G1