São Paulo e Corinthians decidem neste domingo uma vaga na final do Campeonato Paulista remoendo as derrotas sofridas na Copa Libertadores durante a semana. O resultado deste jogo único, que será disputado no estádio do Morumbi, às 16 horas, terá efeitos opostos nos rivais. Quem vencer ganha fôlego para vislumbrar uma reação na outra competição, considerada mais importante. Ao perdedor, só lhe restará mais pressão.

Independentemente das derrotas sofridas na Libertadores, cada um dos rivais tenta se reconstruir e provar que o que aconteceu foi um acidente. O São Paulo parecia ter encontrado um time, com Paulo Henrique Ganso e Jadson enfim jogando (e bem) juntos – o revés para o Atlético foi para a “conta” de Lúcio. “Houve uma evolução na equipe e precisamos ter tranquilidade para lidar com o resultado negativo”, avisou Ney Franco.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Já o Corinthians derrapou na Bombonera por suas próprias limitações, uma vez que Tite escalou o que tinha de melhor. Mas o time pecou na criação. Romarinho ora vai bem, ora vai mal no meio de campo. “Se ganha é bom, se perde é ruim? Preciso enxergar todo o processo da equipe”, afirmou o técnico.

SAO-PAULO-CONTRA-CORINTHIANS

Fonte: Agência Estado