Foto: Correio do Lago

[dropcap color=”#dd3333″]A [/dropcap]Polícia Militar Ambiental de Santa Helena está realizando um trabalho de fechamento de portos clandestinos ao redor do Lago de Itaipu, na área de atuação do 4º Pelotão de Polícia Ambiental.

Cerca de 100 quilômetros de estradas vicinais que davam acesso ao Lago de Itaipu foram fechadas entre Dom Armando, distrito de Missal, até Guaíra.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

De acordo com o comandante da polícia Ambiental de Santa Helena, sargento Adelar Schmidt, este trabalho visa coibir a prática de crimes ambientais, como pesca predatória, furto de madeira, poluição do meio ambiente e outras atividades ilícitas.

“Estamos realizando esta atividade, pois constatamos que a maioria destes portos eram utilizados para acampamentos de pescadores amadores, que além de cometer crime de pesca predatória, realizavam queimadas, destruíam a flora das áreas de preservação permanente e ainda deixavam muito lixo em meio a mata”, explicou Adelar.

Para esta atividade, está havendo um apoio das prefeituras dos municípios, através de um convênio com a Itaipu Binacional, que oferta a mão de obra e a máquina utilizada neste trabalho.

Após o fechamento destas estradas, os locais são reflorestados. “Cerca de 5 mil mudas de árvores de várias espécies, que foram cedidas pela Itaipu Binacional, estão sendo plantadas nestes locais”, disse o comandante.

Segundo o comandante da Polícia Ambiental, este trabalho ainda facilita a fiscalização de locais onde ocorrem crimes ambientais com maior frequência.

Portal Guaíra com informações do Correio do Lago