Um rapaz de 22 anos foi preso em flagrante no sábado (7) por suspeita de matar uma idosa de 69 anos a facadas e estuprar a bisneta dela, uma menina de 2 anos, em Canguçu (RS), a 280 km de Porto Alegre.

Durante a madrugada, o suspeito arrombou a porta da casa da família, no bairro Vila Nova, e cometeu os crimes. Selma Reichow, 69 anos, estava sozinha em casa com a criança, de quem cuidava porque a mãe havia saído.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

“Ele atacou essa senhora, matou ela a facadas, com faca de serrinha, e violentou a menininha, de 2 anos”, disse a delegada titular da Delegacia de Canguçu, Paula Aline Vieira. O jovem roubou alguns pertences das vítimas – um notebook, um rádio portátil, um celular e roupas íntimas – antes de deixar a residência.

Ele vendia os objetos quando foi localizado pela Polícia Civil, e foi preso em flagrante depois de familiares das vítimas reconheceram os pertences roubados. “A gente conseguiu prender ele quase que imediatamente, nós estávamos perto do local e a gente prendeu ele em flagrante, porque ele passou ali pelas proximidades”, disse a delegada.

A menina recebeu atendimento médico no hospital de Canguçu e foi encaminhada para Pelotas, onde seria feito o exame de corpo de delito. Ela ficou ferida, mas o estado dela é grave, de acordo com a delegada.

O suspeito havia sido solto de uma prisão de Santa Maria no dia 14 de agosto, e, desde então, morava perto da casa das vítimas em Canguçu. Segundo a delegada Paula Vieira, o jovem tem antecedentes policiais por “homicídio, estupro, roubo e mais uma série de coisas”.

O homem segue preso no Presídio Estadual de Canguçu. A Justiça concedeu nesse domingo (8) o pedido de prisão preventiva que havia sido feito pela Polícia Civil.

Perícia confirma o abuso sexual e menina será operada

A Polícia Civil de Canguçu confirmou ontem, domingo (8) que a criança de dois anos de idade, que presenciou a morte da bisavó no bairro Vila Nova, sofreu abuso sexual por parte do acusado. Ela foi submetida a exames pelo Instituto Geral de Perícias (IGP) ainda no sábado (7), e agora passará por cirurgia. O estado de saúde é considerado grave.

De acordo com a delegada Paula Vieira, foi pedida a prisão preventiva do acusado ao Poder Judiciário. Além de cometer abuso sexual contra a criança, ele responderá pela morte de Selma Reichow, de 69 anos, que foi esfaqueada na frente da bisneta. O homem foi preso em flagrante e encaminhado ao Presídio Estadual de Canguçu.

Foto divulgada pelo jornal Folha de Candelária mostra a identidade do acusado Gilberto Zarnott Júnior; ao lado aparece a vítima Selma Reichow
Foto divulgada pelo jornal Folha de Candelária mostra a identidade do acusado Gilberto Zarnott Júnior; ao lado aparece a vítima Selma Reichow

Portal Guaíra com informações do Portal Terra