(Foto: Instagram/Reprodução)

Bianca Domingues, modelo que estaria com Mc Kevin no momento que ele caiu do quinto andar de um hotel no Rio, revelou que trabalha como garota de programa e que cobrou R$ 2 mil para transar com o funkeiro, falecido no último domingo (16).

“Fui apenas para o job, não me importo se falem o que faço. Não prejudico ninguém, quem me procura são os clientes. Conheço vários famosos, nunca quis mídia ou ibope em cima disso. Meus amigos e familiares sabem”, disse ela em mensagem enviada pelo WhatsApp ao jornalista Alessandro Lo-bianco da RedeTV!.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

“Eu combinei R$ 2 mil com o Kevin, fui apenas fazer meu trabalho, não abordei ninguém, não pedi foto, não me interessava se era famoso ou não. Foi apenas um trabalho e acabou acontecendo isso”, acrescentou a modelo. “Não transamos na varanda”, concluiu.

Bianca contou em depoimento a Polícia Civil que Kevin e Victor (Mc VK), amigo do funkeiro, a conheceram na orla da Barra, Rio de Janeiro. Eles teriam tido relações sexuais no hotel a qual estavam hospedados.

A modelo contratada falou que o artista teria acreditado que a esposa estava do lado de fora do quarto e ficou assustado. Para evitar um confronto frente a frente com Deolane, ele teria ido para a varanda e tentado pular de uma sacada para a outra, porém acabou caindo do quinto andar e morreu. A polícia continua investigando o caso.

As informações são do Portal Catracalivre