Foto: Edilma Duarte

ad

A vazão baixa do Rio Iguaçu deixou as Cataratas com menos da metade do volume de água, mas em contrapartida revela a beleza do cânion logo abaixo das famosas quedas, na fronteira do Brasil com a Argentina.

De acordo com o sistema de monitoramento hidrológico da Companhia Paranaense de Energia Elétrica (Copel), perto do meio-dia desta terça-feira (1º), o volume de água estava em 637 mil litros por segundo.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A vazão estava bem perto de um terço do normal no atrativo, que é de 1,5 milhão de litros por segundo. De acordo com os institutos de meteorologia, existe a possibilidade de pancadas de chuvas no Paraná a partir de quarta feira (02).

A longa estiagem na bacia do Rio Iguaçu, cujas nascentes estão em Curitiba, provocou a redução do volume de água das Cataratas.

As Cataratas do Iguaçu, dentro do Parque Nacional do Iguaçu, são o principal atrativo da Tríplice Fronteira (incluindo o Paraguai) e deve receber, em 2019, mais de dois milhões de visitantes.

Portal Guaíra com informações do Somos Turismo