(Foto: OBemdito/Divulgação)

Jean Sabatini Pereira e a família vivem momentos de angústia após o desaparecimento de Valdemir Pereira nas águas do Rio Paraná, em Porto Camargo, no município de Icaraíma. Há 17 dias o homem está desaparecido depois que a embarcação que ele estava afundar no rio, no domingo (3) . O barco era ocupado por quatro pessoas; três delas conseguiram se salvar.

O filho acompanha de perto as buscas pela localização do pai. Jean Pereira permaneceu por nove dias na região do Porto Camargo e não desistiu ainda de encontrar Valdemir. “Desde o dia do desparecimento eu não saí de lá. Auxiliei os bombeiros e equipes e fui a campo para tentar encontrá-lo.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

No último domingo (17) os Bombeiros de Umuarama encerram as buscas aquáticas pelo umuaramense. As equipes fizeram varreduras extensas pelo Paranazão, mas o homem não foi localizado. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o corpo do homem pode estar enroscado em vegetação após as chuvas dos últimos dias.

Jean contou a reportagem de OBemdito que mesmo com os trabalhos suspensos pelas equipes de resgate a família não irá desistir. “No final de semana nós vamos voltar até lá e continuar. Nós temos descido até Altônia e procurado, mas ainda não obtivemos êxito. Os pescadores da região também têm auxiliado e prestado apoio”, disse Jean.

As informações são do OBemdito