Sete pessoas foram presas no final de semana, elevando para 134 o número de detentos da cadeia de Goioerê, um recorde. A superpopulação teria sido o estopim de um princípio de motim, na segunda-feira (25).

A situação foi contornada após conversa intermediada pelo delegado Anderson Romão e membros do Conselho da Comunidade.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Os presos fizeram estardalhaço pra reivindicar, prioritariamente, colchões, kits de higiene e a transferência de sentenciados. Segundo a direção, aproximadamente a metade já deveria estar em penitenciárias.

O delegado informou que a obtenção de vagas é um processo árduo, o que contribui para o clima permanentemente tenso na unidade, projetada para 32 detentos.

Portal Guaíra com informações do Goionews